segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Gosto de gente que se parecem com os livros, porque sinceramente gente sem conteúdo me estressa.

Maria Emilia B. Teixeira


Tem certos sonhos que não combinam com nossa faixa etária, mas quando Ele quer... Realiza o que seria impossível para muitos.
 

Maria Emilia B. Teixeira


Alguns negam a existência de Deus,  mas quando estão estressados sem um norte, procuram o quintal da casa Dele para:
Tomar um banho de mar.
Ver o pôr do sol.
Abraçar uma árvore e descansar em sua sombra.
Ouvir o canto dos pássaros.
Um passeio à cavalo.
Ingratos negam e não agradecem.
A simplicidade da natureza nos aproxima do sagrado e do equilíbrio.
Ele é o princípio e o fim de todas as coisas.

domingo, 15 de outubro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Não me procure na minha foto, pois quando fiz o self, somente eu sabia o que estava sentindo e sou sabedora do que trago aqui comigo.
Um fotoshop não revela camadas de uma vida, existem pessoas que mesmo se dizendo amigas não possuem aptidão para mergulhar nas suas feridas.
Posso parecer dramática para muitos que infelizmente não sabem o que é empatizar contigo.
A foto mostra apenas a superfície e quem tem medo de mergulhar não merece nome de amigo.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Voltando no tempo

Queria voltar a ser criança...
Para brincar de esconde-esconde, e fugir do bicho papão da incerteza de muitas coisas da vida.
Queria voltar a ser criança...
Para trazer sempre um sorriso no rosto, e demonstrar aos que me amam a certeza de que sou feliz.
Queria voltar a ser criança...
Para ter sempre a certeza da resposta, nos pedidos que faço ao papai do céu.
Queria voltar a ser criança...
Para fazer carimbo das mãos com tinta, e deixar minha marca no coração de quem eu amo.
Queria voltar a ser criança...
Para poder usar sempre o lápis de cor para pintar todos os meus dias cinza e tristes com as cores do arco-íris, a cor da ESPERANÇA.
Queria voltar a ser criança...
Ter o direito espontâneo de fazer careta para meus erros e também para algumas pessoas do meu cotidiano.
Queria voltar a ser criança...
Brincar de bailarina e saber dançar com a vida quando ela me tirar para dançar.
Hoje sou gente grande.
Por que um dia a gente cresce... Entre aspas...
A gente pensa que cresce... A criança que fui ainda está aqui em construção constante.
Chorona que reclama e bate o pé com muita personalidade.
O segredo é não parar de crescer, porque é para frente que se anda, pulando e soltando os obstáculos da vida.
Hoje sou gente grande, não uso mochila.
Na bolsa tenho contas da responsabilidade.
Queria voltar a ser criança...
Brincar com massa de modelar e moldar algumas pessoas...
Mas descobri que isso é difícil e que tenho que amá-las do jeito que elas são, e que eu também preciso ser modelada na minha imperfeição.
Brinquei de boneca, carrinho, cantei, dançei, joguei  bola e contei histórias...
Deus um dia me deu o privilégio de brincar com anjos crianças no meu trabalho como professora de educação infantil, ondne me realizei e aprendi que ser criança é não se esquecer de ser feliz.
Feliz dia das Crianças!

Maria Emilia B. Teixeira


Sobre a exposição do nu no MAM

Se a arte é  provocadora, eu como cidadã crítica tenho o meu direito de me posicionar contra a exposição de um menor de idade sendo usado covardemente e por coincidência no mês da criança.
Posso não representar a coletividade, mas exerço o direito da minha individualidade.
Está na hora de acordar para o discernimento.

Maria Emilia B. Teixeira


Quando o sol se põe, é maravilhoso perceber que algumas pessoas crescem por dentro independente de como foi o seu dia.