segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Com o passar do tempo vamos ficando natural, vamos ficando mais a gente mesmo de verdade.
Sem filtros... Sem máscaras.
Portanto em bagagens desnecessárias não se coloca toda a nossa energia e sim ter o entendimento do desapego.
O peregrino aprende muito ao observar a sua própria caminhada.
O que te faz grande não tem haver com o tamanho de nada, não há comparativos.
Mas é exatamente porque há grandeza extraordinária na sua partícula que faz parte de uma luz maior.

domingo, 19 de novembro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Plante o bem, pois sempre haverá alguém que observa esse cuidado.
Mesmo sem esperar nada em troca, quem planta bonito atrai amigos borboletas que auxiliam à significar  nossa vida.
É tão bom sentir seu toque de respeito e delicadeza sobre às pétalas da nossa história.

Maria Emilia B. Teixeira

Cada pessoa é uma letra.
Uma palavra.
Um verbo.
Um texto.
Uma história única e ímpar de vida.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Precisamos a aprender a ler pessoas como lemos os livros.
Quem lê sabe que existe o momento para a pausa da interpretação, para depois retornar o parágrafo que gritou algo.
É  pelo olhar que começa a leitura... Mas precisa gostar muito para ter esse hábito, e com empatia  saber  respeitar suas páginas.

Maria Emilia B. Teixeira


Que saibamos alimentar somente o que há de bom e honesto  dentro da gente, para não cair na armadilha do revide quando somos atacados.

Maria Emilia B. Teixeira


A boca faz barulho.
O olhar é silêncio necessário para pensar.

domingo, 12 de novembro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Palavras soltas e sem compromisso.
Sorrisos de canto de boca.
Vida descuidada.
Cotidiano desapercebido.
A vida precisa de cuidados e de afetos sinceros, priorize isso.
Pois a locomotiva segue carregando a lista dos escolhidos... O seu bilhete de viagem não te mostra qual é o seu dia.
Viva a vida que você quer e ninguém tem nada haver com isso.