terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Maria Emilia B. Teixeira


É chegada a hora de me despedir de você ano de 2013.
Quanto filme se passou e ainda está passando sobre a minha biografia, pois o ano ainda não acabou.
Vou começando a agradecer porque reclamação Deus não vê com bons olhos e passei a concordar com Ele.
Tive 365 dias para recomeçar, reconstruir, trabalhar, agradecer, lutar... E vou confessar eu chorei muito...  Quando a minha capacidade de entendimento das coisas do céu ficou ininteligível para mim, mas fui consolada por quem me amou primeiro.
Quero somente te pedir: Que me dê um coração manjedoura em 2014 e que eu passe a acolher dentro de mim, o simples e o verdadeiro da vida.

 Feliz Natal Feliz Ano Novo !

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Maria Emilia B. Teixeira

Hoje acordei com vontade de chorar e dizer a minha lágrima, mesmo que seja para mim mesma. Poucos têm a paciência para ler e decifrar as lágrimas alheias. Mas sei que existe pessoas amigas que no simples encontro dos olhares as fazem escorrerem sem vergonha de se expor e dizer sua dor. Algumas lágrimas ficam contidas na garganta... Por que não é em qualquer recipiente humano que ela deságua. Lágrimas secam... Mas é só chover sentimento que elas caem independentes do muro de proteção que agente tenta criar.