sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Maria Emilia B. Teixeira


Coloque-se no lugar de qualquer pessoa que esteja atravessando uma parte de sua vida pelo caos e ao sentir sua dor verás que não foi preciso conhecê-la profundamente para entender a sua situação. Quem tem um coração e consegue enxergar o outro como irmão, já cumpriu uma parte de sua missão... A da solidariedade.

Maria Emilia B. Teixeira

Nenhum caminho  se cruza por acaso,o encontro é feito pela mão de Deus cruzando a linha do asfalto.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Maria Emilia B. Teixeira

Quem faz da vida alheia seu parque de diversão.
Não consegue enxergar o caos em seu próprio interior.
Quem precisa se ocupar de algo que não lhe pertence é porque de sua vida perdeu o interesse.
Arrume seu coração...
Com essa faxina encontrará algo que te motive a deixar a vida do outro que não lhe compete nenhuma opinião.
Vaias ou aplausos não modificam quase nada,quem está ocupado com sua própria vida, só tem interesse de seguir adiante fazendo a sua parte.
teleférico sobe e desce.
A paisagem modifica a todo instante, a nossa vida é assim...
Ninguém cuida dela melhor que agente mesmo.
Interferências... Agente pede somente para Deus.

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Maria Emilia B. Teixeira


Sabe aquele “defeito” que algumas pessoas “procuram” em você?
Na verdade não são defeitos é aquele algo a mais, é aquilo que elas gostariam de ter.
É a sua coragem de ser quem é.
A personalidade e o caráter é um fruto oferecido pelos pais que se come desde criança no berço.
O regime desse fruto é o que deixam muitas pessoas com graves defeitos.
Família, peça de dominó com imã de atração segurando uns aos outros para que ninguém caia no chão.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Maria Emilia B. Teixeira


Eu também sinto saudades... Mas a caneta que escreve a vida desconhece esse sentimento. Ela não tem culpa por nossas escolhas... Ela simplesmente escreve o que interpretamos.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Maria Emilia B. Teixeira


Tem pessoas pequenas que se fazem menores para se parecerem grandes.
Para impressionar meia dúzia de pessoas.
Gente miúda...
Que me deixa muda de boca aberta.
Sem essência, sem personalidade, sem si... Dançam qualquer música.
Farta de baile de máscaras cotidiano.
Com suas várias personagens anãs.
Gente nasceu para ser grande de alma.

Maria Emilia B. Teixeira


Quero abraços com cheiro de erva doce.
O que fica do encontro da vida são as doces lembranças vividas.